Principais atualizações em nossa seção sobre como ajudar os animais que vivem na natureza

31 Mar 2020

Como parte de nossos esforços mais amplos para aumentar a conscientização e fornecer informações sobre o sofrimento de animais selvagens, expandimos e melhoramos todos os nossos artigos sobre como ajudar animais que vivem na natureza e sobre as razões pelas quais o sofrimento dos animais selvagens importa. Esperamos que essas páginas inspirem as pessoas a se preocuparem com os animais que vivem na natureza enquanto indivíduos com interesses, e forneçam aos pesquisadores e ativistas ideias e recursos.

Recentemente, anunciamos uma atualização significativa de nossos textos sobre a situação dos animais na natureza, que fornece informações sobre como são as vidas dos animais que vivem na natureza. Nossos textos atualizados sobre como ajudar os animais na natureza visam inspirar e facilitar ações para ajudá-los. Os textos que adicionamos ou atualizamos significativamente são os seguintes.

Criamos uma introdução geral que resume os principais pontos sobre os quais é baseada a defesa da preocupação com os animais selvagens:

Introdução ao sofrimento dos animais selvagens

Você também pode ler nossa seção completa sobre por que devemos nos preocupar com a situação dos animais na natureza:

Por que o sofrimento dos animais na natureza importa

Para complementar essas informações, você também pode ler nossa seção completa sobre as diferentes maneiras pelas quais podemos ajudar animais que sofrem na natureza e melhorar sua situação aqui:

Ajudando os animais na natureza

Esses textos abrangem uma ampla gama de razões para (e maneiras de) fazer a diferença para os animais selvagens.

Algumas pessoas podem lamentar que exista tanto sofrimento animal na natureza, mas pensar que não é possível ajudar. No entanto, o fato é que as pessoas já ajudam frequentemente animais que vivem na natureza. Obviamente, isso geralmente é feito por outro motivo, que não o de ajudar os animais, como vaciná-los para impedir a propagação de doenças aos humanos ou aos animais que os humanos exploram como comida. Isso tem sido feito em larga escala em todo o mundo por muitas décadas, o que mostra que não há obstáculos intransponíveis e também que é possível fazer por preocupação com os próprios animais.

A escala do sofrimento dos animais selvagens pode fazer com que as pessoas se sintam sobrecarregadas. Embora compreensível, isso não deve levar ninguém a sentir apatia em relação a tentar resolver esse problema. Mostrar exemplos nos quais atualmente podemos ajudar animais que vivem na natureza pode ajudar a combater esse sentimento. Isso pode ajudar as pessoas a entenderem que o problema está longe de ser intratável. Se todo o sofrimento dos animais selvagens pode ou não ser evitado não é a questão relevante aqui. Pelo contrário, o que é relevante é se podemos maximizar efetivamente nosso impacto em salvar animais de tal situação. Por esse motivo, nos empenhamos em informar as pessoas sobre isso enquanto parte importante de aumentar a preocupação com os animais que vivem na natureza e contribuir para um futuro em que muito mais é feito para ajudá-los.

Esse tipo de trabalho na identificação de maneiras de ajudar os animais que vivem na natureza é o tipo de trabalho que a futura disciplina da biologia do bem-estar investigaria com muito mais profundidade. É verdade que nosso conhecimento sobre o assunto ainda é muito limitado, mas o mesmo vale para qualquer outra disciplina que está em sua infância. Uma vez que a biologia do bem-estar for adotada como uma nova disciplina no meio acadêmico, nosso conhecimento e capacidade de ajudar os animais que vivem na natureza poderão ser revolucionados.

Ainda há muito mais trabalho a ser feito para fazer a diferença para os animais da natureza. Para possibilitar que trabalhemos mais pelos animais selvagens, considere apoiar nosso trabalho.