Em memória de Regan Russell, morta enquanto defendia os animais.

28 Jun 2020

Em 19 de junho, Regan Russell, membro do Toronto Pig Save, foi morta enquanto defendia os animais. Ela foi atropelada por um caminhão de transporte da indústria de exploração animal enquanto estava do lado de fora de um abatedouro a oeste de Toronto. A Toronto Pig Save filma regularmente a difícil situação dos animais que são explorados para a produção de comida e fornece água aos animais que são levados aos abatedouros. Era isso o que Regan estava fazendo quando foi morta.

Regan, de 65 anos, era uma ativista defensora dos animais de longa data que se envolveu com a causa no final da década de 1970 e atuava desde então, principalmente divulgando o quanto os animais sofrem quando são explorados para a produção de comida. Sua morte ocorreu apenas dois dias depois que Ontário aprovou uma legislação que aplica multas por invasão de fazendas de exploração animal e em invasões de instalações de processamento de alimentos, e torna ilegal a obstrução de caminhões que transportam animais.

Eventos na memória de Regan ocorreram em diferentes lugares ao redor do mundo e a Toronto Pig Save realizará um memorial amanhã.

Nós da Ética Animal queremos expressar nossas mais profundas condolências à sua família e amigos, e nossa gratidão a Regan por uma vida dedicada a defender os animais.

Regan tem um lugar em nossas memórias, assim como outras pessoas que foram mortas defendendo os animais. Elas incluem Jill Phipps, também atropelada por um caminhão enquanto protestava contra a exportação de animais da Grã-Bretanha em 1995; Stuart Fairlie, assassinado alegadamente por fazendeiros ao tentar investigar e resgatar cavalos maltratados na Austrália em 1989; Mike Hill, morto no Reino Unido enquanto tentavam sabotar uma caçada em 1991, e Tom Worby, que também foi morto enquanto sabotava uma caçada em 1993. A maioria das pessoas não sabe sobre eles, mas suas vidas e mortes fazem parte da história do ativismo animal.

Você pode assistir a um vídeo memorial, incluindo imagens de eventos recentes que explicam o trabalho de Regan aqui:

Este é um vídeo de Regan horas antes de ela ser morta, enquanto o grupo de ativistas com quem ela estava filmava animais em caminhões e lhes dava água: