Informações sobre se tornar vegano

Ser vegano é saudável?

Sim. Segundo a Academia de Nutrição e Dietética, uma dieta vegana bem planejada é nutricionalmente adequada e apropriada para indivíduos em todas as fases da vida, incluindo a gravidez, amamentação, infância, adolescência, e para atletas 1. Todos deveriam ter uma dieta balanceada para serem saudáveis, não só veganos. De fato, quem não é vegano também pode ter uma dieta desequilibrada e que não faz bem para sua saúde. Para sermos saudáveis, não precisamos consumir certos produtos, mas certos nutrientes. Veganos podem ingerir esses nutrientes sem ingerir produtos derivados de animais.

 

Ser vegano é difícil?

Se tornar vegano é mais fácil do que você pensa. Está ficando cada vez mais fácil encontrar alimentos veganos e outros produtos e serviços alternativos que não envolvem a exploração animal. É verdade que algumas pessoas podem experimentar uma falta de apoio de sua família ou amigos ou achar muito difícil parar de consumir certos produtos de origem animal. No entanto, outras pessoas podem lhe ajudar, principalmente hoje, já que a internet e as redes sociais tornaram possível encontrar informação e ajuda de várias pessoas. É importante identificar os fatores que podem estar lhe impedindo sua transição para o veganismo e procurar a ajuda e incentivo de outras pessoas.

 

Preciso ir ao médico ou nutricionista antes de aderir ao veganismo?

Embora útil, como no caso de uma dieta não-vegana planejada, isso não é necessário. A dieta vegana é adequada para pessoas de todas as idades e condições. Um nutricionista vegano pode ajudar com o planejamento de menus sob medida para exigências específicas – por exemplo, se você for atleta ou quer ganhar ou perder peso com o veganismo. É sempre recomendado visitar um nutricionista regularmente para um check-up. No entanto, é importante observar que alguns nutricionistas são tendenciosos e não têm muito conhecimento sobre nutrição vegana. Também é importante notar que, muitas das vezes, médicos não são especialistas em nutrição.

 

Ser vegano é caro?

Geralmente, ser vegano não é mais caro do que não ser vegano. Com o veganismo, muitos dos alimentos caros (como a carne e os laticínios) são removidos da nossa lista de compras. Algumas pessoas tem a impressão de que produtos veganos são caros porque elas pensam em produtos como as bebidas à base de aveia ou arroz, sorvetes veganos ou hambúrgueres veganos. Ainda que esses produtos sejam úteis quando você começa a ser vegano e sente falta de certos sabores, uma dieta vegana não precisa ser baseada neles. Na verdade, mesmo se você comprar esses produtos, você pode acabar pagando menos pela sua comida, já que não vai estar comprando produtos caros de origem animal. Muitos veganos não consomem nenhum desses produtos. De qualquer forma, uma dieta vegana à base de cereais, grãos e outros legumes, castanhas, frutas e vegetais frescos é acessível em grande parte do mundo.

 

Eu não moro em uma cidade grande com lojas veganas. Ainda posso ser vegano?

Com certeza. Ainda que comprar refeições prontas ou outros produtos veganos como queijo vegano ou salsichas veganas às vezes seja bom e conveniente, eles não são necessários, e você pode comprar cereais, legumes, vegetais e outros alimentos veganos em qualquer lugar hoje em dia. Além disso, a maioria dos, se não todos, produtos veganos semelhantes aos produtos de origem animal, como hambúrgueres ou maionese veganos, podem ser preparados em casa com ingredientes simples. Uma refeição vegana básica e nutritiva não requer produtos veganos específicos. A maioria dos veganos fazem compras em mercados e supermercados comuns. Roupas e outros produtos que não envolvem exploração animal também podem ser encontrados em lojas comuns.

 

Eu devo virar vegano da noite pro dia ou é ok começar gradualmente?

A rejeição do especismo implica que devemos respeitar todos os seres sencientes independentemente de espécie – todo e cada indivíduo senciente importa. A exploração animal, infelizmente, está amplamente presente em nossas vidas, da comida que comemos às roupas que usamos. A mudança de hábitos, no entanto, é difícil para muita gente. Por isso, quando compreendemos que explorar animais é errado, é importante manter uma visão clara do nosso objetivo definitivo de respeitar os animais e evitar causar danos a eles o máximo possível. Para algumas pessoas, planejar e implementar novos hábitos pode ser uma questão de dias. Outras pessoas podem levar mais tempo para adotar uma nova rotina por completo. Alguns começam sendo veganos uma vez por semana, depois duas, três, até que eles finalmente se tornam veganos para o resto da vida. Outros começam com uma refeição vegana por dia, depois duas, etc. Você pode tentar o que funcionar melhor para mudar. Pensar nos animais que precisam que você faça isso pode intensificar sua força de vontade. Interagir com outros veganos também pode ser muito útil durante sua transição para o veganismo.

 

Eu adoro o gosto da carne e do queijo. Ainda posso ser vegano?

Algumas receitas e produtos veganos tentam simular o sabor, a textura e a aparência de produtos de origem animal. Algumas pessoas não consomem esses produtos, mas outras gostam deles. Algumas pessoas não acham esses produtos totalmente satisfatórios no início, mas isso não é uma boa razão para continuar a explorar os animais. Note que produtos veganos ainda podem ser muito gostosos, e você pode não conhecer alguns deles ainda, mas quando prová-los, vai adorar. Observe também que o sofrimento e a morte de animais é uma questão muito séria em comparação com o nosso interesse relativamente fútil em provar uma comida em vez de outra.


Notas

1 Melina, V.; Craig, W. & Levin, S. (2016) “Position of the Academy of Nutrition and Dietetics: Vegetarian diets”, Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics, 116, pp. 1970-1980 [acessado em 8 de setembro de 2018].

Ética Animal em outras línguas