Top nav

O uso de animais como alimento para outros animais: por que devemos matar alguns animais domesticados para alimentar outros?

Boy lying in the grass with his dog

Embora tenha sido demonstrado que é perfeitamente saudável para humanos consumir uma dieta vegana em todos as etapas da vida1, pouco se sabe sobre dar uma alimentação vegana a cães e gatos. Geralmente é muito simples alimentar cães com uma dieta vegana saudável, já que eles são onívoros. Embora gatos sejam considerados carnívoros, eles também podem viver bem com uma alimentação vegana.

Cães e gatos têm uma necessidade da nutrição fornecida por certos alimentos, não uma necessidade destes alimentos em si mesmos. Suas necessidades podem ser satisfeitas por uma alimentação vegana bem balanceada e alguns suplementos. James Pedon, autor de Vegetarian Cats & Dogs (Gatos e Cães Vegetarianos) desenvolveu os suplementos Vegepet para animais veganos. A marca V-dog também é bastante popular atualmente. Outras marcas comerciais, como Evolution Pet Food e Amì incluem vitaminas e nutrientes essenciais como a taurina sem ingredientes de origem animal. Milhares de pessoas, inclusive em abrigos para animais, têm usado esses alimentos com sucesso por pelo menos 20 anos, e cães e gatos alimentados com produtos como esses estão com boa saúde e alcançam a velhice. Roxanne Hawn da WebMD apresenta o exemplo de Amy Short que começou a alimentar suas gatas Georgia e Olive com uma marca de alimentos veganos quando tinham três meses de idade. Ela relata que “[c]om exceção de um pequeno problema dental em Georgia e alergias de primavera em Olive, Short diz que as gatas, que agora têm 8 anos de idade, são saudáveis e felizes2.” Talvez histórias não sejam suficientes, mas histórias como essas demonstram a necessidade da realização de mais pesquisas nessa área conforme o especismo for questionado seriamente pelo público3. Se gatos e cães podem ser mantidos com alimentos veganos, por que a morte de outros animais para alimentá-los?

Os nutrientes que devem ser levados em conta

Alimentações bem planejadas para gatos e cães precisam incluir uma ingestão adequada de proteínas (mais que 25 gramas por kcal), um equilíbrio de aminoácidos como a taurina e a L-carnitina, e quantidades suficientes de vitaminas e minerais essenciais. Qualquer dieta carente desses nutrientes pode levar a sérios problemas de saúdes. Isso pode acontecer em dietas veganas e em outros tipos de dietas. Tanto gatos como cães precisam de alguns nutrientes básicos que não são naturalmente encontrados em alimentos de origem vegetal, incluindo a Vitamina B12, a taurina e o ácido araquidônico, que podem ser fornecidos a eles em alimentos enriquecidos.

Note que cães e gatos processam os nutrientes de maneira diferente de humanos e de maneira diferente uns dos outros. De acordo com o WebMD, “[c]ães podem sintetizar taurina se receberem os componentes necessários através das proteínas ingeridas. Gatos não são capazes de fabricar sua própria taurina, assim esta é considerada um aminoácido essencial para esta espécie e precisa estar presente em quantidades adequadas na alimentação. Ambas as espécies podem sofrer de deficiências de taurina2.”

Qualquer dieta mal planejada pode ser insalubre

Quando um gatinho na Austrália ficou criticamente enfermo após ser alimentado com arroz, leite, batatas e massa, o blog de saúde de animais de estimação Healthy Pets descreveu a alimentação do gatinho como carente da “nutrição adequada à espécie, baseada em carne4.” Essa frase é enganosa pois o que os animais necessitam não são certos alimentos, mas certos nutrientes, e a nutrição adequada à espécie está disponível através de outras fontes além da carne5. Uma criança humana alimentada com uma dieta somente com arroz, leite, batatas e massa também sofreria de desnutrição, mas existem muitos bebês e crianças humanos saudáveis que são alimentados com uma dieta vegana balanceada.

Para rejeitarmos o especismo, precisamos levar os interesses de todos os animais não humanos em conta

Se é possível um gato ser saudável com uma alimentação vegana, por que ela deveria ser inaceitável? Respeitar os animais não humanos está no cerne do antiespecismo, segundo o qual a exploração e a discriminação dos animais são injustas. Não existe nenhuma razão moralmente justificável pela qual uma vaca ou uma galinha deve morrer para sustentar um animal como um gato ou um cão, que são considerados mais importantes só porque os seres humanos gostam mais deles. O desenvolvimento de alimentos veganos para humanos e não humanos está melhorando todos os dias. Devemos pesquisar mais opções de consumo que não contribuam com os danos ou para a exploração de quaisquer seres sencientes, e continuar a fazer uso dos trabalhos existentes.


1 Cullum-Dugan, D., & Pawlak, R. (2015) “Position of the Academy of Nutrition and Dietetics: Vegetarian Diets”, Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics, 115(5), 801-810. [acessado em 11 de setembro de 2015].

2 Hawn, R. (2005-2015) “Should Your Pet Go on a Vegetarian Diet?: The risks of feeding vegan or vegetarian diets to your pet”, WebMD [acessado em 2 de setembro de 2015]. Esse título não deve ser deturpado levando-nos a acreditar que alimentações não veganas não podem envolver riscos aos animais, como de fato podem. A chave para uma alimentação saudável é a inclusão dos nutrientes adequados.

3 Outros estudos científicos também mostram isso, ver Gatta, D.; Pellegrini, O.; Casini, L.; Liponi, G. B. (2008) “One year administration of a vegetarian complete feed in dog: effects on health status”, in Iben, C. et al., 12th Congress European Society veterinary Comparative Nutrition, Vienna: Institute of Nutrition, p. 134.

4 Becker, K. (2013) “When pets don’t get enough of the right kind of protein”, HealthyPets [acessado em 3 de setembro de 2015].

5 Peden, J. (1999) Vegetarian Cats & Dogs, 3rd ed., Troy: Harbingers of a New Age; Wakefield, L. A.; Michel K. E. (2005) “Taurine And Cobalamin Status of Cats Fed Vegetarian Diets”, Journal of Animal Physiology and Animal Nutrition, 89, 427-428.

Comments are closed.

Top nav