Top nav

2º Prêmio Ética Animal de ensaios sobre o sofrimento dos animais na natureza

2-premio-etica-animal-ensaios

.

A Ética Animal convida à participação no 2º Prêmio Ética Animal de ensaios. Para serem aceitos, os ensaios  devem ser inéditos e devem examinar a questão do sofrimento dos animais na natureza e as formas de ajudá-los, ou temas relacionados. O vencedor receberá US$ 1.500.

Existe uma preocupação  crescente sobre o fato de que os animais selvagens encontram muitas causas de sofrimento e morte prematura na natureza. Tem sido argumentado que a vida da maioria dos animais na natureza pode conter mais sofrimento do que bem-estar. A maioria dos animais se reproduz tendo um número enorme de filhotes, dos quais, em média, apenas um por progenitor sobrevive até a idade adulta. Os demais  morrem pouco tempo após o nascimento. Suas vidas são tão curtas que incluem poucas oportunidades de  bem-estar,  e em vez de experiência positivas, existe o sofrimento pelo qual os  animais passam ao morrer. Isso muitas vezes ocorre de maneiras  dolorosas como, por exemplo, devido à inanição, condições meteorológicas hostis ou ataques de outros animais. No entanto, intervenções para ajudar os animais muitas vezes são possíveis, como as iniciativas de resgates e programas de vacinação e alimentação. Este prêmio busca encorajar pesquisas sobre esse  tema, e também sobre as melhores formas de aumentar a preocupação sobre esse assunto.

Temas

Os ensaios podem ter uma ampla variedade de abordagens. Tanto ensaios de caráter  empírico quanto os mais especulativos serão elegíveis ao prêmio. Os temas que podem ser tratados incluem:

Biologia e senciência animal

  • Estudos em teoria de história de vida que estimam a proporção de animais que morrem em diferentes idades, especialmente pouco após virem à existência;
  • Estudos de caso que ilustram as causas estruturais do sofrimento e da morte prematura dos animais na natureza;
  • A relação entre fontes de produção primária, a disponibilidade de nutrientes e o sofrimento dos animais não humanos;
  • Fatores que afetam a predominância de ninhadas grandes em relação às pequenas na natureza;
  • Estimativas de valor e desvalor na natureza;
  • Formas de intervenção para ajudar animais na natureza que não causam mais danos do que benefícios e que podem ser executadas atualmente com eficácia em pequena ou média escala;
  • Estimativas do impacto de diferentes formas de intervenção na natureza para ajudar os animais, como campanhas de vacinação em massa;
  • Pesquisas sobre consciência animal e estimativas do grau de senciência em animais, especialmente nos invertebrados.

Filosofia

  • Que argumentos éticos podem ser apresentados em favor de intervenções para beneficiar os animais selvagens?;
  • Como o especismo pode ser confrontado e desafiado, já que é uma das principais razões pelas quais os animais que sofrer na natureza não são levados em consideração;
  • Teoria política e animais;
  • As diferenças entre as abordagens da ética animal e da ética ambiental;
  • Filosofia da mente e a origem da senciência.

Ciências sociais

  • Quais são as linhas de conduta com melhor custo-eficácia para aumentar a conscientização sobre a situação dos animais na natureza tanto do público em geral como das pessoas  defensoras dos animais, considerando nossas limitações de recursos e tempo;
  • Como decisões em larga escala ou possíveis trajetórias futuras podem levar a uma maior ou menor quantidade de danos para os animais que vivem na natureza;
  • Razões psicológicas que explicam por que as pessoas podem não considerar os danos que os animais selvagens sofrem e não apoiar ajudá-los;
  • Como aumentar pesquisas sobre esses assuntos no meio acadêmico;
  • Como conectar a preocupação pelos animais sencientes que sofrem na natureza com a preocupação por outros seres sencientes (presentes ou futuros);
  • Como vieses cognitivos podem afetar nossa avaliação sobre a importância dos interesses que os animais selvagens têm, e como podemos superar esses vieses.

Tecnologia

  • Como favorecer o desenvolvimento de novas tecnologias para que sejam menos propensas a aumentar o sofrimento e o número de mortes de animais na natureza, e mais propensas a reduzir tais danos;
  • Como o desenvolvimento de vida artificial pode ajudar a aumentar ou reduzir o sofrimento e o número de mortes prematuras de seres sencientes;
  • O potencial impacto da inteligência artificial no sofrimento futuro.

Impacto esperado dos ensaios

As contribuições serão avaliadas com consideração especial dada ao seu impacto esperado, particularmente em:

  • Encorajar mais trabalhos acadêmicos nessa área;
  • Aumentar o interesse por esse tema entre o público em geral;
  • Aumentar o interesse por animais selvagens e por formas futuras de senciência entre as pessoas defensoras dos animais;
  • Políticas de informação que façam uma diferença em relação ao especismo e suas consequências tanto para animais explorados por humanos quanto para animais na natureza.

Inscrições

Contribuições precisam ser escritas em inglês. Incentivamos pessoas que não têm o inglês como língua nativa a participar, visto que a banca não irá considerar a expressão linguística, mas apenas o conteúdo dos ensaios. As contribuições devem ser enviadas como anexos de e-mail para essay.prize ( a ) animal-ethics.org, com o assunto “Submission: [Título do Ensaio]”. Os detalhes de contato e o título do ensaio devem aparecer apenas no corpo do e-mail. O ensaio não pode incluir dados que possibilitem a identificação da autoria.

O prazo final para o envio é dia 15 de setembro de 2017. O ensaio vencedor será escolhido após um processo de revisão cega e anunciado durante o último trimestre de 2017. Se nenhum dos ensaios enviados cumprir um padrão aceitável de qualidade, o prêmio não será concedido.

O ensaio vencedor pode ser publicado pela Ética Animal. Contudo, a pessoa autora manterá o direito de publicá-lo em outro local antes ou depois.

Ética Animal é uma organização sem fins lucrativos que busca aumentar o interesse pela consideração moral de todos os seres sencientes tanto no meio acadêmico  quanto no público em geral.

 

Comments are closed.

Top nav